Conheça os alimentos tóxicos para cães e gatos

26 de maio de 2018
Ministério Público denuncia Claudio Ebehard e mais oito por corrupcao em Santa Terezinha
28 de maio de 2018

Conheça os alimentos tóxicos para cães e gatos

Entre eles estão: abacate, álcool, leites e derivados, chocolate, cebola, caqui e outras frutas, entenda os motivos

Comemos algo que gostamos muito e não nos faz mal, então podemos dar a nossos bichinhos? NÃO. Os cães se alimentam de forma diferente de nós humanos. Por isso a Bichos preparou uma listinha de alimentos TÓXICOS aos queridos amigos. As quantidades que podem fazer mal variam de acordo com o tamanho do cão e a quantidade que ele ingeriu, mas é difícil prever a resistência dele, então é melhor prevenir e jamais dar estes alimentos ao seu cão.

Abacate: Ele possui uma substância chamada persin (uma toxina fungicida), considerado inofensivo para nós humanos, mas para os animais é altamente tóxico, principalmente para os cachorros, uma pequena quantidade pode fazer o cão vomitar e ter diarreia forte. Tome cuidado se tiver plantação de abacate no terreno.

Álcool: Cães jamais devem beber álcool, cerveja, vinhos, vodka…. O álcool prejudica os cães, assim como os humanos,
mas com danos bem maiores. Uma pequena dose pode causar, vômitos, diarreia, depressão, problemas no sistema nervoso central, coordenação, dificuldade de respiração, coma e até a morte.

Cebola e alho: A cebola e o alho contêm uma substância chamada dissulfeto de n-propil, que altera a hemoglobina, provocando a destruição de glóbulos vermelhos e causando anemia, icterícia e sangue na urina. Se não for tratado, pode ser fatal. Se for diagnosticado a tempo, essa intoxicação pode ser revertida com transfusão de sangue. Na dúvida, proteja a saúde do seu amigo e não dê.

Chá, cafeína e derivados: Á cafeína em grande quantidade é tóxica para os cães, acima de 63mg por quilo de peso do cão.
Mas como é difícil medir, não dê esses ‘alimentos’ Leite e derivados: (queijos, iogurte, sorvete). Pode fazer muito mal aos cães, causando vômitos, dia.

Macadâmia: Dificilmente leva a morte, mas a ingestão leva a sérios sintomas incluindo vômitos, tremores, dores abdominais, confusão mental e problemas nas juntas.

Doces: balas, pães, pasta de dentes e alguns produtos diet são adoçados com xilitol. Essa substância pode causar um aumento na insulina que circula no corpo do cachorro. Isso pode diminuir o açúcar do sangue e levar à insuficiência renal.

Chocolate: Contém uma substância altamente tóxica para os cães, a teobromina, quanto mais escuro o chocolate, mais teobromina possui. Os sintomas de envenenamento aparecem quando o cão comeu acima de 45mg por peso, os cães podem falecer caso ingiram mais de 52mg por quilo. Uma vez que seu cão comeu o chocolate, não tem nenhum método ou antídoto que reverta a overdose de teobromina.

Carne gorda e ossos: A gordura das carnes podem causar pancreatite nos cachorros. E um osso pode sufocar seu cachorro.

Caquis, pêssegos e ameixas: O problema com essas frutas são as sementes ou caroços, que podem gerar obstruções. Sementes de caqui pode inflamar os intestinos, caroço da ameixa e pêssego contém cianeto, tóxico para nós humanos
e para os animais (porém nós sabemos que não devemos ingerir, os cães nunca sabem).

O ovo cru contém uma enzima que pode interferir na absorção de vitamina B, causando problemas de pele e pelos. Carnes e peixes cru podem conter bactérias, a dica é cozinha muito bem antes, ou congelar para matar os micro-organismos (verifique o método de congelamento ideal de cada alimento)

Sal: O sal não faz bem nem para nós nem para os animais. Aumenta a pressão arterial e pode provocar sede excessiva, xixi excessivo e intoxicação por ions de sódio. Muito sal pode levar seu cachorro a morte.

Alimentos e bebidas açucaradas: Excesso de açúcar prejudica os cães, na mesma medida que nós humanos, obesidade,
problemas dentários, diabetes.

Batata e pele de batata: Se estas estiverem ainda verdes, elas contêm uma substância chamada de solanina, isso pode ser tóxico mesmo em pequenas quantidades, por isso descasque ou tire as partes esverdeadas antes de dar o alimento ao seu cão.
Muitas outras coisas podem prejudicar a saúde do seu cachorro como por exemplo fermento e bicarbonato de sódio, bem como a noz moscada e outros temperos.

Mantenha sempre em um local onde seu cão não tenha acesso, de preferência um lugar alto ou uma gaveta com tranca. Proteja a saúde do seu animal, ele só merece o melhor!!  (Assessoria / Foto: Divulgação)

 

Share

GDIA