Brasil perde para Bélgica e está fora da Copa do Mundo

Feirinha da JK terá roda de Capoeira pedagógica neste domingo
7 de julho de 2018
Mais de 3,6 mil pessoas estão inscritas para o concurso do Fozhabita
7 de julho de 2018

Brasil perde para Bélgica e está fora da Copa do Mundo

França se garantiu batendo o Uruguai; mais quatro seleções brigam neste sábado para chegar às semifinais da competição

D.M. Esportes  /Foto:  Benjamin Cremel/AFP

 

Em uma partida equilibrada, a Bélgica derrotou ontem, 6, o Brasil por 2 a 1, em Kazan, e está classificada para as semifinais da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

A Bélgica abriu o placar aos 13 minutos do primeiro tempo, com um gol contra de Fernandinho. Ainda na etapa inicial, a seleção belga ampliou o placar, com Kevin De Bruyne. No segundo tempo, o Brasil até tentou uma reação e diminuiu com Renato Augusto, mas não evitou a eliminação.

A Bélgica irá encarar a França nas semifinais, nesta terça-feira (10), em São Petersburgo, em busca de seu primeiro título mundial. Já o Brasil adia o sonho do hexa em mais quatro anos.

 

França é semifinalista

Sem grandes dificuldades, a França venceu o Uruguai por 2 a 0 em Nizhny Novgorod, pelas quartas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. Com ótima campanha, os franceses estão classificados para as semifinais e agora enfrentarão a Bélgica que mandou o Brasil para casa.

No outro jogo do sábado, a Croácia, que impressionou na primeira fase ao humilhar a Argentina por 3 a 0, quer se consolidar na lista dos favoritos. Jogo todas as fichas em suas duas pérolas, Luka Modric e Ivan Rakitic, para cortar a esperança dos donos da casa. A Russia aposta no apoio de seus torcedores.

Dois jogos

Neste sábado, será a vez de Suécia e Inglaterra, em Samara (11h), e Rússia contra Croácia, em Sochi (15h). Os Três Leões de Gareth Southgate tentarão, mais uma vez, emplacar vitória convincente, que não apareceu na chorada classificação em jogo duro contra a Colômbia nas oitavas.

A Inglaterra esperou 12 anos para chegar às quartas de final de um Mundial. E esta é a primeira vez que sobrevive a uma disputa de pênaltis em uma Copa do Mundo depois dos fracassos de 1990, 1998 e 2006.

Share

GDIA