Após expulsar Marcelo Piloto, Paraguai manda integrante do PCC  de volta ao Brasil

Câmara aprova recursos para a contenção dos alagamentos
23 de novembro de 2018
Matriculas do CEEBJA para estudar em 2019 estão abertas até 18 de janeiro
23 de novembro de 2018

Após expulsar Marcelo Piloto, Paraguai manda integrante do PCC  de volta ao Brasil

Três dias após a extradição de Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, apontado como um dos líderes do Comando Vermelho (CV), o ministro do Interior do Paraguai, Juan Ernesto Villamayor, confirmou a expulsão do também traficante Rovilho Alekis Barboza(foto), conhecido como Bilão. Bilão é integrante da facção criminosa brasileira Primeiro Comando da Capital (PCC). Ele foi preso no país vizinho no dia 30 de março de 2017 durante uma operação desencadeada pela Polícia Nacional no edifício Parque del Lago, em Ciudad del Este. Na ocasião também foram apreendidas armas, drogas e dinheiro em espécie.

Segundo as autoridades paraguaias, o traficante possui uma condenação com pena de mais de 40 anos no Brasil por narcotráfico e organização criminosa. Após várias tentativas de extradição desde a época da prisão no Paraguai, Bilão foi finalmente enviado ao Brasil nesta quinta-feira (22).

(Da redação com ABC Color /Foto: Divulgação)

Share

GDIA