Advogada de traficantes é executada com 10 tiros de 9 mm no Paraguai

Câmara defende rota alternativa e proibição de caminhões no centro
14 de novembro de 2018
Hotéis de Foz do Iguaçu têm 87% de ocupação no feriado da República
14 de novembro de 2018

Advogada de traficantes é executada com 10 tiros de 9 mm no Paraguai

A advogada Laura Casuso foi assassinada no começo da noite de segunda-feira na cidade de Pedro Juan Caballero, uma das mais violentas do Paraguai, em função das disputas entre o Comando Vermelho e o PCC.
Laura Casuso é uma criminalista que defende traficantes, principalmente brasileiros. Entre seus clientes estão Jarvis Chimenez Pavão e Marcelo Piloto. O primeiro já foi extraditado ao Brasil e o segundo está preso em Assunção.
Na noite de segunda-feira ela estava em uma reunião quando recebeu um telefonema para que saísse para fora afim de resolver um problema. Assim que saiu para fora, Laura foi alvo de 18 tiros de pistola 9 mm. Dez acertaram seu corpo. Os tiros foram disparados por três pistoleiros que estavam em uma Toyota Hilux. O carro foi abandonado horas mais tarde.

 (Adelino de Souza Freelancer/ Foto: Divulgação)

Share

GDIA