Vítima de ataque em colégio de Medianeira pode ficar paraplégico

Faleceu na África do Sul o ex-árbitro e comentarista esportivo Gerson Antônio Baluta
29 de setembro de 2018
Eleições 2018: Justiça Eleitoral confirma candidatura de Marcio Rosa
29 de setembro de 2018

Vítima de ataque em colégio de Medianeira pode ficar paraplégico

Uma das vítimas do atentado registrado na manhã de ontem (28), no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, corre o risco de ficar paraplégico. O adolescente, de 15 anos, foi alvejado por um tiro de calibre 22 nas costas. A bala atingiu a coluna e se alojou em uma das vértebras. O garoto foi trazido para o Hospital Municipal de Foz do Iguaçu, de onde foi transferido para o Hospital do Trabalhador, em Curitiba.

“Nós ouvimos do neurocirurgião que a bala não transfixou o canal da medula. Isso foi bastante providencial porque senão ele já estaria paraplégico. Ele já passou por todos os procedimentos iniciais, mas precisa ser submetido ainda a um procedimento cirúrgico que é muito arriscado e pode evoluir para um quadro ruim fazendo com que ele não possa andar”, informou o pai da vítima. Outro jovem, de 18 anos, também foi alvejado de raspão na perna durante o ataque.

(Da redação Foto: divulgação)

Share

GDIA