9 de fevereiro de 2019
9 de fevereiro de 2019

Olá! Bom dia, leitor!​

– Hoje, sábado, dia 09 de fevereiro, é celebrado o ‘Dia do Zelador’;​

– A data também é de comemoração do ‘Dia do Frevo’ (Pernambuco);​

– Nesta data, em 1994, Nelson Mandela tornou-se o primeiro presidente negro da África do Sul.​

Chaga brasileira​

Como se sabe, um dos males das administrações públicas no Brasil é a descontinuidade de projetos, de modo especial aqueles considerados viáveis e de resultados palpáveis. Muda-se prefeito, governador e presidente e muda-se de imediato os projetos que a administração anterior mantinha.​

Isso está mudando, do que dá provas programas como o Bolsa-Família, em que pese o apelo eleitoral que seus muitos detratores gostam muito de lembrar.​

Chaga brasileira (2)​

Mas há também as péssimas e caras ideias dos antecessores que são mantidas pelos novos gestores e que, de certo modo, chegam a causar constrangimento quando mantidas. Agora mesmo no governo de JMB há duas ideias pavorosas que deverão ser mantidas, herdadas das administrações petistas: uma é a TV estatal com seus mais de 2500 funcionários e outra é a ideia seria patrocinar pessoas que labutam nas redes sociais, leia-se ‘blogs e sites a favor do governo’. Uma vergonha, Bolsonaro!​

Pracabá

O Brasil é um dos campeões mundiais no quesito homicídios dolosos. Matamos mais de 60 mil pessoas todos os anos, noves fora outros 40 mil desaparecidos. Detalhe: estes são números dos quais se tem registro.​

Aí, depois de décadas de descaso (‘Quem se importa’, não é Juan Sotuyo?), eis que surge um ministro da Justiça e Segurança Pública do quilate do ex-juiz federal Sérgio Moro que nos apresenta um ‘Pacote Anticrime’ e é bombardeado de todos os lados! Pode isso, Arnaldo?​

WhatsApp, sem perdão​

Outro meme impagável que circula nas redes sociais e bomba no WhatsApp enuncia: ‘Em Brumadinho não morreu um bandido sequer, só trabalhador. Como eu sei? É que até agora não apareceu ninguém dos direitos humanos por lá’.​

Comentário: e a OAB, cujo presidente –Felipe Santa Cruz– disse à Folha que a ida de Sérgio Moro para o ministério foi um erro e que a Lava Jato precisa ter fim em função de provocar insegurança jurídica e paralisar o País, também não deu as caras, não é?​

Humanos direitos​

Parece piada, mas não é, a nota publicada esta semana no blog do Claudio Humberto: “A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) enviou equipe a Abadiânia (GO), cidade do médium João de Deus, para saber como está o acompanhamento às pessoas que o denunciaram por abuso sexual. Isso surpreendeu Rodrigo Luiz Jayme, delegado que investiga o caso. Ele relatou que visitas do pessoal de direitos humanos são sempre para verificar a situação do preso, nunca das vítimas”.​

Contato: idgar_dias@hotmail.com​

Veja A Gazeta na internet: www.gdia.com.br​

Que seu fim de semana seja espetacular, leitor!​

Sorte e saúde sempre!​

 

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA