9 de novembro de 2018
9 de novembro de 2018

Mudanças na prefa
Chico Brasileiro deu mais uma boa mexida no secretariado. Salete Horst (irmã do Professor Sérgio) vai para a Administração, e coronel Jahnke deixa a Câmara para assumir a Secretaria de Governo. Madson Oliveira assume a Comunicação, e Digão Monzon vai para uma diretoria da Fundação Cultural. Quem ficou contente com a mexida foi o amigo Ney Patrício, que pode cuidar melhor da Fazenda, uma vez que acumulava a pasta da Administração.

 

De olho
O vice-prefeito, Nilton Bobato, disse que, por enquanto, as mudanças são essas. Mas avisou: no final do ano haverá nova avaliação da equipe e novas mudanças podem acontecer.

 

Marcelinho na Câmara
O primeiro suplente, Marcelinho Moura, do Podemos, assume a cadeira de Jahnke na Câmara. Marcelinho é uma espécie de eminência parda, mas sabe das coisas e tem muito bom trânsito com o prefeito. Pode ser o futuro líder na Câmara?

 

Curva de rio
Um dos acusados da morte do jogador Daniel Freitas foi preso em Foz do Iguaçu e será transferido para São José dos Pinhais, onde ocorreu o crime brutal. Ele foi surpreendido por policiais do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (GAECO) no Porto Belo, em cumprimento a um mandado de prisão temporária. Curva de rio sempre vem parar em Foz.

 

Crime bárbaro
Daniel Freitas foi assassinado no dia 27 de outubro, ao ser flagrado na cama com a esposa do assassino, na casa da família. O jogador foi espancado, teve o pênis decepado e quase foi degolado. Os envolvidos no crime estão presos, inclusive a mulher e a filha do matador.

 

Escolha acertada
O Paraná estará muito bem servido na área educacional. O governador eleito, Ratinho Junior, escolheu o CEO Renato Feder, da Multilaser, para comandar a pasta. A empresa tem três mil funcionários e atua no segmento de eletrônicos e informática. Feder é formado em Administração na FGV e tem mestrado em Economia pela USP. À frente da empresa, ele já vem dedicando-se à área da educação por meio de patrocínios a feiras de ciências.

 

Credibilidade
“É um nome de muita credibilidade, com experiência em diferentes áreas do conhecimento, na estrutura da educação pública e na educação aplicada”, comentou Ratinho ao anunciar a nomeação. “Escolhi fazer da educação do Paraná a melhor do Brasil. O projeto do Ratinho Junior me dá a garantia de que vamos conseguir”, comentou o CEO.

Share

GDIA