8 de novembro de 2018
Mini cientistas apresentam trabalhos na FIciencias Kids
9 de novembro de 2018

‘Carpe diem!’
– Hoje, quinta-feira, dia 08 de novembro, é o ‘Dia Mundial do Urbanismo’;
– Também hoje é celebrado o ‘Dia do Radiologista’.

 

FHC, Lula e Bolsonaro
“A crise que estamos passando é na realidade a crise do fracasso da elite pensante brasileira de prover para o povo brasileiro. Essa elite intelectual em vez de resolver problemas, agravou-os. Embora Dilma fosse a gota d’água, o governo mais intelectual que tivemos foi o do FHC, início dessa lenta derrocada.
FHC colocou intelectuais desde o Ministério da Saúde, Ministério da Educação, Banco Central.
Maus administradores que são, temos hoje a volta de dezenas de doenças, sem produção de vacinas.
Temos um desastre na educação onde 68% são Ciências Sociais, áreas preferidas desses intelectuais.
Temos um Banco Central e Tesouro quebrados e insolventes. Como isso é possível, com as mentes mais brilhantes da época?
Não é à toa que FHC deu ensejo ao populismo de Lula, e esse sentimento de que nada funciona nesse país gerido por essa elite intelectual. FHC gerou Lula e o populismo, descontentes com a estagnação econômica, e a mentira que o fim da inflação traria crescimento. (Devido ao juro elevado determinado por Pedro Malan e Gustavo Franco que estavam ‘comprando’ inflação baixa, endividaram e quebraram o Brasil.) Lula, o populista, curiosamente foi por um caminho estranho. Em vez de uma política “o povo decide”, colocou outros intelectuais que só pioraram a situação. Intelectuais como Aloizio Mercadante, Luciano Coutinho, Nelson Barbosa, Guido Mantega.
Criticar Bolsonaro por ser low brow, nada intelectual, é não entender seus eleitores, enganados que se sentem por essa elite intelectual, em minha opinião fake e prepotente. Mesmo fenômeno elegeu Donald Trump, para o desespero dos intelectuais americanos.
O que a população quer é menos intelectuais gastando nossos impostos e atrapalhando nossas vidas.
Metade da população já deu um basta a esse intelectualismo, e quer menos impostos, menos serviços e mais armas para cuidarem da própria segurança, porque nossos intelectuais acham que bandidos são as vítimas da sociedade.
Posso entender o pânico dos nossos intelectuais, especialmente jornalistas, com o crescimento de Bolsonaro, mas o fato que precisam digerir é que foi justamente a incompetência flagrante dos nossos intelectuais que criou esse mito e esse desalento com o futuro da nação”.
Da lavra do administrador de verdade Stephen Kanitz, em seu blog.

 

Pitoresco
Na edição desta quarta-feira (07) do Jornal da Manhã da rádio Jovem Pan, um internauta enviou para a bancada a seguinte pergunta, endereçada particularmente ao professor Marco Antônio Villa: qual das seguintes empresas estatais será privatizada primeiramente pelo governo Bolsonaro:
1. Caixa Econômica Federal;
2. Petrobras; ou
3. Arena Itaquera (ou ‘Itaquerão’).

 

Contato: idgar_dias@hotmail.com
Acesse a Gazeta Diário na internet em www.gdia.com.br
Chegou a quinta-feira, leitor! Tenha um ótimo dia, ok?
Sorte e saúde sempre!

Share

GDIA