4 de setembro de 2018
Black Sharks perde em Bento Gonçalves pela Liga de Futebol Americano
4 de setembro de 2018

Olá, caro leitor. Bom dia!

‘Carpe diem!’
– Hoje, terça-feira, dia 04 de setembro, é comemorado o ‘Dia da Lei Eusébio de Queirós’;
– Nesta data, em 1998, foi criado o site de pesquisas Google – 20 anos!
– A data também é de comemoração do ‘Dia Nacional do Eletricitário’.

 

História
Em 4 de setembro de 1969, o embaixador americano Charles Elbrick foi sequestrado no Rio de Janeiro, em plena ditadura militar. Organizado por grupos que pediam como resgate a libertação de 15 presos políticos, o sequestro marcou a luta armada contra o regime.

 

Brasil, 1958
O nosso amado Brasil é um país parado no tempo, lá pelos idos de 1958. Pode-se dizer que temos uma série de virtudes, riquezas naturais, ilhas de excelência nas ciências e tal. Mas a realidade vive a mostrar aos brasileiros o quão somos atrasados.
No último domingo um dos mais antigos museus do País foi consumido por um incêndio que, até então, não se sabe como começou. Criado por Dom João VI, neste ano o Museu Nacional completou 200 anos e abrigava cerca de 20 milhões de itens em seu acervo. O museu era a mais antiga instituição científica do Brasil, com importantíssima coleção arqueológica e antropológica, e caía aos pedaços.

 

Brasil, 1958
Os bombeiros que foram cuidar do incêndio na Quinta da Boa Vista, bairro da Cidade Maravilhosa onde fica o Museu Nacional, tinham apenas uma escada Magirus – uma vergonha! Uma perda e tanto para o Brasil.
O incêndio que destruiu o Museu Nacional mostrou que o Brasil em geral e o estado do Rio de Janeiro em particular estão falidos: financeira, econômica, social, moral e eticamente falando. Lastimável!

 

Diz aí…
‘Não faz dois anos ainda que o Lula e eu apoiamos o Haddad na Prefeitura de São Paulo para tentar uma reeleição. O Haddad perdeu a eleição para o [João Dória], que é um farsante, e perdeu para o nulo e branco. A gente precisa ter um pouquinho de responsabilidade para saber que o Brasil não é um laboratório; o Brasil não aguenta mais experiências. A Dilma [Rousseff], afinal de contas, começa esse desastre que nós estamos vivenciando no País’.
Da lavra do mercurial candidato a presidente da República -e cabra macho- Ciro Gomes (PDT-CE).

 

Efeitos colaterais
Deu na Folha de São Paulo: subiu 66% o número de homicídios no Uruguai por causa do narcotráfico. Com a maconha regularizada, a disputa de gangues por espaço restrito se tornou mais sangrenta. Em julho de 2017 a venda de maconha foi regularizada no país e reduziu em 25% o mercado negro da droga. Mas a diminuição do número de compradores que antes recorriam a traficantes fez com que estes então passassem a disputar com mais violência o espaço reduzido para atuação. O governo calcula que o mercado de consumo de maconha movimente US$ 40 milhões ao ano, dos quais US$ 10 milhões foram para o setor legal da economia.

 

WhatsApp
“Te has dado cuenta qué de los millones de venezolanos que se han ido, ni uno se fué para Cuba?”

Contato: idgar_dias@hotmail.com
Acesse a Gazeta Diário na internet em www.gdia.com.br
Boa terça-feira e boa jornada, leitor. Até amanhã, ok?
Sorte e saúde sempre!

Share

GDIA