27 de julho de 2018
Licitação para as obras do novo viaduto de Foz atrai cinco empresas
28 de julho de 2018

Inês tá viva
Dizem que após as últimas exonerações na prefeitura a vereadora Inês Weizemann vai abrir as baterias contra a atual administração, notadamente o vice, Nilton Bobato. “Será uma retaliação total”, comentou uma das pessoas muito chegadas à vereadora. “Ela tem bala na agulha. É só aguardar”, emendou um amigo. O que virá pela frente?

 

Vereadores em luta
Tá feia a guerra entre o presidente da Câmara, Rogério Quadros, e os vereadores Celino Fertrin e Elizeu Liberato. As primeiras baixas já aconteceram, e uma das vítimas foi Admilson Galhardo, do PR, diretor da Câmara, indicado por Elizeu Liberato.

 

Debandada
Descobri ontem que o deputado Evandro Roman e sua camarilha pretendem debandar para o DEM após a eleição de 2018. Ou seja: vai aproveitar o PSD para tentar eleger-se e depois picará a mula. É feio comer e depois virar o cocho.

 

Reconhecimento público
O assessor da Diretoria-Geral Brasileira de Itaipu, Tércio Albuquerque, recebeu o título e cidadão honorário de Missal. Ele já foi homenageado com essa honraria em Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu e Itaipulândia. Tércio tem um currículo invejável: foi vereador e prefeito de Foz do Iguaçu, deputado estadual, secretário estadual do Trabalho, delegado regional do Trabalho, coordenador estadual do Procon, diretor de Furnas e diretor de Operações do Detran.

 

Greca com Cida
O PMN fará convenção estadual neste sábado (28), em Curitiba, e vai confirmar aliança e apoio à reeleição da governadora Cida Borghetti. O presidente do partido, deputado Dr. Batista, adianta que o encontro, a partir das 10h, na Sociedade Thalia, vai definir ainda a chapa dos candidatos a deputado federal e estadual nas eleições de 7 de outubro. O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, é um dos principais apoiadores da reeleição de Cida.

 

Gastança
Deputados estaduais do Paraná derreteram R$ 56 milhões da verba de ressarcimento para custear despesas do mandato e de seus gabinetes entre 2015 e 2017, o equivalente a R$ 1.046.693,26 por parlamentar. O “campeão” de gastos no período foi Luiz Cláudio Romanelli (PSB), aquele que sempre pregou a moralidade. Em segundo vem o deputado Pedro Lupion (DEM).
De acordo com o estudo, o item transporte foi o que consumiu mais recursos, com 28% do total da verba usada, seguido de divulgação, com 25%, e 18% com serviços técnicos. A revelação é do Observatório Social de Maringá.

Share

GDIA