Forças de segurança se reúnem em Foz para debater ações contra a criminalidade
27 de julho de 2018
27 de julho de 2018

E-mail: doniesportes@brturbo.com.br

 

Árbitros em campo
Está tendo continuidade na tríplice fronteira a Copa da Associação dos Árbitros de Foz do Iguaçu. As pelejas acontecem em campos de Foz, Cidade do Leste e Presidente Franco. Árbitros, assistentes e até alguns anotadores, também conhecidos como delegados das entidades que promovem o futebol se tornam atrações do certame. Alguns sabem “brincar com a Maricota” outros “enganam” a galera. Conforme comentários de bastidores, tem jogador que ao cometer alguma penalidade, se tornam nervosos e levam até cartões vermelhos. Neste item, eles sentem que nem sempre o oficial de arbitragem está com a razão. Só não vale é partir para cima do companheiro.

 

Polivalência do Rizzi
O jornalista Christian Rizzi que atua como assessor de imprensa da equipe Foz Cataratas/Coritiba segue como um dos grandes colaboradores do setor esportivo. Além de sua função de informar os órgãos de imprensa sobre o time que representa Foz do Iguaçu no Campeonato Brasileiro A1, ele agora também se tornou uma espécie de anjo da guarda das meninas. Nesta quinta-feira, o filho de seu Carlos Alberto e esposo da jornalista Dani, acompanhou um atleta da Seleção do Paraguai para o Hospital Costa Cavalcanti. A atleta sofreu contusão na disputa de bola. Depois da preocupação ela foi atendida e tudo não passou de um susto. Uma vantagem do irmão do saudoso amigo Carlos Alberto Rizzi Júnior, é ser poliglota. Desta maneira dialogar com os vizinhos que falam guarani ou espanhol é fichinha.

 

Futebol e contusões
Futebol é, sem dúvida, uma paixão nacional para homens e também para as mulheres. No mundo, mais de 26 milhões de mulheres jogam futebol, segundo dados da FIFA. É um esporte de contato. Lesões podem ocorrer causadas por colisões entre os jogadores, como contusões e até mesmo concussões cerebrais. Ao correr durante o jogo jogadores podem sofrer estiramentos musculares, lesões musculares, torções articulares, lesões de esforço ou fadiga nas articulações, nos músculos ou nos ossos.

 

Mulheres e o futebol
As mulheres possuem uma conformidade anatômica específica como quadris mais largos que predispõem a joelhos valgos fisiológicos, e uma menor proteção muscular que possibilita maior ocorrência de lesões osteo articulares. Conforme especialistas, as mulheres tendem a ter mais lesões do ligamento cruzado anterior e problemas patelofemorais ao passo que os homens tendem a ter mais hérnias musculares. No caso de lesão (Ligamento Cruzado Anterior, as mulheres lesionam mais o membro de apoio ao passo que os homens ocorrem o mesmo com o membro que chuta. Portanto mulherada, todo cuidado é pouco.

 

Menstruação e futebol
A atleta tem 4 a 8 vezes mais risco de terem lesões do ligamento cruzado anterior que os homens. Anualmente, nos Estados Unidos são mais de 2000 lesões em atletas.  As lesões de Ligamentos são comuns. Geralmente ocorrem durante uma fase de não contato ou sem traumas externos. Isto significa que isto ocorre em treinos ou no jogo sem colisões ou traumas diretos. Nos atletas, geralmente, são decorrentes de traumas, quedas ou bolas divididas. Ainda segundo especialistas, as alterações hormonais fisiológicas da mulher podem influir nestas lesões; porém não é na fase pré-menstrual. As lesões do ligamento em mulheres ocorrem mais frequentemente na fase pré-ovulação, (quando as concentrações de estradiol estão aumentando) do que na fase pós ovulação, quando estes níveis estão declinando.

 

Cuidados
Médicos lembram que cuidados importantes devem ser dispensados à alimentação da atleta, tanto para seu desempenho físico, emocional, como para sua saúde reprodutiva e óssea. Mais de 20% das mulheres apresentam deficiência precoce de estrogênio, importante hormônio que além de ter as funções de determinar as características femininas, estimula o crescimento dos ossos logo após a puberdade. A perda de cálcio nos ossos aumenta com a diminuição de estrogênio estabelecendo a ocorrência de fraturas por estresse em atletas que apresentam ou ausência de menstruação. O exercício extenuante, por sua vez, entre outros fatores, pode ser uma das causas de interrupção da menstruação.

 

Frase Bíblica
“Eu os libertarei de todas as infidelidades com que pecaram e os purificarei”.

*Ezequiel 37:23

 

 

 

 

 

 

 

Share

GDIA