25 de julho de 2018
82% dos jovens não estão preparados para o mercado, mas há solução
25 de julho de 2018

Gastança dos vereadores
O minúsculo Entre Rios do Oeste derreteu mais de R$ 30 mil em diárias no primeiro semestre de 2018 — muito mais que Toledo, que gastou R$ 3 mil. Cascavel foi o campeão do Oeste, gastando quase R$ 40 mil, o mesmo que Medianeira. Marechal Rondon derreteu R$ 32 mil; e Santa Helena, R$ 13 mil. Nesse quesito, a Câmara de Foz deu exemplo, gastando R$ 18 mil.

 

Showmícios de volta
Pelo menos é o que estão solicitando o PSB, o PT e o Psol. Eles entraram com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), no STF, contra a regra atual da legislação eleitoral que proíbe os famosos showmícios. Detalhe: as legendas querem os eventos liberados quando os shows forem gratuitos e sem cobrança de cachê pelos artistas participantes. A decisão será do ministro Luiz Fux.

 

Gastança continua
No primeiro semestre deste ano, o governo federal gastou R$ 320,3 milhões do orçamento em passagens, hospedagens e diárias de servidores. Desse total, o governo esconde R$ 49,3 milhões sob a velha desculpa de “garantia da segurança da sociedade e do Estado” e não revela os destinos dessas viagens. O Ministério da Educação deixa escolas abandonadas, mas derreteu R$ 69 milhões em “viagens a serviço”.

 

Boca suja
Em seu velho estilo fanfarrão, o pré-candidato Ciro Gomes acumula quase uma centena de processos por ter ofendido e caluniado adversários. Só Eunicio Oliveira moveu 37 ações contra Ciro, que o chamou de lambanceiro, mentiroso, aventureiro e pinotralha. Também moveram ações contra o pré-candidato: Eduardo Cunha, Jair Bolsonaro, João Doria, Michel Temer, Fernando Collor e FHC. Como diz aquele velho ditado: “A língua é o chicote da bunda”.

 

Exemplo
“Esse hospital é um bom exemplo de gestão e uma ideia daquilo que acredito ser um passo importante para evitar os deslocamentos dos pacientes do interior do estado para buscar tratamento na capital. Muitas vezes, os pacientes ficam oito, dez horas em uma van, com dor, cansados, longe da família. Queremos mais hospitais de referência espalhados pelas grandes cidades do Paraná”, disse Ratinho Jr. ao visitar o Hospital do Câncer em Londrina.

 

Requião ataca Alckmin
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) criticou e tirou sarro do presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, que participou, nessa segunda-feira, 23, do programa Roda Viva, da TV Cultura, no qual foi cercado por perguntas de jornalistas amigos. “Perdão, não pude assistir o Alckmin na Cultura até o fim. Soberania, desenvolvimento, nosso processo civilizatório não são a sua praia. Não mobiliza, não empolga, não diz nada”, postou Requião no Twitter.

Share

GDIA