21 de julho de 2018
21 de julho de 2018

Falha nossa
Numa notinha na coluna de quinta-feira passada, sob o título Voto Aberto, confessei meus votos para deputado estadual, federal, senador, governador do estado e presidente da República. Na ocasião minha empolgação feriu o código de ética profissional do jornalismo e graças à nossa editoria a notinha foi cortada. Pelo menos lá na redação meu voto ficou aberto, fora meus amigos da rua, pra quem isto não é novidade.

 

Campanha eleitoral
Daqui até agosto nossa telinha vai estar recheada de programas e promessas político-eleitorais. Haja saco.

 

Jogo aberto
Independentemente dos nomes, de uma coisa estou certo e vou repetir mil vezes: votar em nossos candidatos e jamais tentar reeleger alguém dos atuais candidatos. Também não anular o voto ou fazê-lo em branco, porque assim estaremos ajudando os atuais deputados.

 

A pergunta que não quer calar
Lula e Reni Pereira serão candidatos nesta eleição?

 

Palpite infeliz
Infeliz e bem pessoal: acho que o vice-prefeito Nilton Bobato não deveria deixar seu cargo atual para se candidatar a deputado estadual. Acho que ele é muito mais útil para nosso município mantendo, com sua competência, o cargo que tão bem vem exercendo.

 

Palpite infeliz II
Acho também infeliz a decisão de o senador Álvaro Dias, em quem sempre votei, não se candidatar ao governo do nosso estado e fazer dobradinha com seu irmão Osmar. Sua candidatura à presidência mais parece um sonho.

 

PSD na telinha
É hoje a convenção do PSD, que deverá oficializar a candidatura de Ratinho Jr. para o Governo do Estado e mais cinco candidatos a deputado de Foz do Iguaçu: três para a Assembleia Legislativa (Faca na Bota, Inês Weizemann e Professor Sérgio) e dois para a Câmara Federal (Vermelho e Marcio Rosa). Desejamos boa sorte a todos eles.

 

Golpe no narcotráfico
Um figurão do PCC, que atuava no Paraguai com centralização no tráfico de cocaína, foi preso lá em Assunção. Um belo golpe no crime organizado brasileiro.

 

Dica dos sábados
Um verdadeiro ponto de encontro entre amigos e familiares: a feijoada do Hotel Rafain Centro. A gente se encontra por lá.

 

PNI: número histórico
Histórico e encantador: em julho completaremos neste ano um milhão de visitantes ao nosso Parque Nacional do Iguaçu, berço divino das nossas Cataratas, número 5% maior que no mesmo período do ano passado. Mais uma conquista do nosso turismo.

Share

GDIA