Educadores de escolas especiais poderão ficar sem trabalho
9 de julho de 2018
9 de julho de 2018

Pressa
Os empresários estão cheios de razão ao cobrarem agilidade na liberação das lojas francas. Eles é que sabem onde o bicho pegará, pois precisarão construir, investir, contratar pessoal… É uma empreitada de respeito.

 

Trava aparente
Essas reuniões seguidas, com pessoas que inclusive nem querem saber das lojas francas, é que estão atrasando o processo. Bora “destravar” isso, Bobato e Chico. Muitos investidores estão literalmente desistindo de Foz.

 

Aeroporto do Oeste
A governadora Cida Borghetti deu um passo importante ao assinar um decreto de desapropriação de área para a construção de um aeroporto regional em Cascavel. Mas há quem acredite que o local poderia ser outro. Segundo os entendidos, os terminais poderiam estar entre Matelândia e Medianeira, o que facilitaria, e muito, o desenvolvimento e traria um alívio para o aeroporto de Foz. “Cascavel é muito distante para uma logística de lá para a fronteira, ou em sentido contrário”, disse um empresário, que suplicou para não ser identificado. Que medão, hein?

 

Estrutura
Mas mesmo acontecendo em Cascavel e imediações, o aeroporto vai causar efeitos positivos, a exemplo da necessidade de duplicação de estradas, como é o caso da BR-277. Pelo menos o trecho entre Matelân-dia e Cascavel entrará na lista das obrigatoriedades.

 

Falar em duplicação…
Infelizmente nossa geração não verá isso, mas no dia em que a principal estrada parana-ense, a BR-277 for inteirinha duplicada, haverá chances de desenvolvimento para muitas cidades, a começar pelo transporte da produção agrícola. Muitas propriedades estão falindo por causa da falta de vias para escoamento e o maldito preço do pedágio. Uma vergonha um estado como o Paraná não possuir uma estrada decente. Vai ver é por isso que a solução é fazer aeroportos.

 

PORTARIA 65.448
O Prefeito Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela alínea “a”, inciso II, do art. 86 da Lei Orgânica do Município, e em atenção ao Memorando Interno no 297/2018, de 6 de julho de 2018, do Gabinete do Prefeito, R E S O L V E: EXONERAR LAUDEMIRO SALES DOS SANTOS do cargo de provimento em comissão, Símbolo ASS-2, Assessor I, subordinado ao Gabinete do Prefeito, a partir de 6 de julho de 2018.
Gabinete do Prefeito Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, em 6 de julho de 2018.
Francisco Lacerda Brasileiro;
Prefeito Municipal.
O Corvo, e muita gente, quer saber: quem pediu a nomeação do Laudemiro? O Corvo publica a nota, extraída do Diário Oficial, a pedido de uma legião de leitores.

 

Homofobia
Corvo, neste dia 11, quarta-feira, o prefeito Chico Brasileiro assinará o decreto da regulamentação da Lei 2.718, de 23 de dezembro de 2002. A medida pune atos de homofobia “tanto de discriminação como de violência física”. Trata-se de uma lei cujo autor foi o próprio Chico, no tempo em que exercia as funções de vereador. Mas eu gostaria de saber: não há uma lei federal que criminalize a homofobia?
Márcia Brandão

O Corvo responde: é pra ver como algumas coisas demoram nesta cidade abençoada por Deus e pela natureza! Mas é uma providência, levando em conta que o Brasil engatinha quando o assunto é a criação de leis para coibir discriminações. E é bom que se frise que muita gente “desantenada” acha que lei de 2002 tem algo com a (mal)dita lei de ideologia de gênero, derrubada pelo STF. Pura maldade incitarem a confusão na cabeça das pessoas.

 

No sindicato
Contaram para o Corvo que dois caminhões de cerveja e outro de carne estacionaram em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo. Pelo visto estavam preparando um churrasco de boas-vindas, bem ao estilo do Lula. Como o Corvo teve de fechar a coluna às 18h30, e o prazo para o cumprimento de outra determinação judicial ocorreria às 18h45, esta coluna ficou no plantão.

 

Efeito
“A preocupação maior da Secretaria de Direitos Humanos é conduzir a execução dessa importante lei de modo a conscientizar para o respeito aos direitos das cidadãs e cidadãos, bem como da convivência harmoniosa e respeitosa na sociedade”, diz o texto enviado à imprensa. Enfim, a lei municipal, mais que um reforço institucional, desta vez “não suplanta” a Constituição, uma vez que há a lei federal específica para a homofobia. Há a Lei 7.716/89, que criminaliza o preconceito de raça ou de cor. O Estatuto da Criança e do Adolescente e o Estatuto do Idoso atentam contra o preconceito em razão da idade. O Estatuto da Igualdade Racial visa a evitar a discriminação em face da cor. No entanto, a vedação constitucional de preconceito em razão de sexo — que alcança a discriminação por orientação sexual ou identidade sexual — prossegue sem uma legislação que criminalize atos de homofobia.

 

Triste conclusão
O Corvo não teve tempo para fazer uma pesquisa mais completa, mas achou o seguinte: “Diante da postura omissiva e complacente da sociedade, os legisladores, por medo de comprometer sua reeleição ou serem rotulados de homossexuais, impedem a aprovação de qualquer projeto de lei que vise criminalizar a homofobia ou garantir direitos às uniões homoafetivas. Conclusão, o Brasil é o país que registra o maior número de crimes homofóbicos”. É a conclusão de Nádia Marinho, advogada carioca em explanação publicada no site Jusbrasil.

 

Bolsonaro e a cúpula
A Cúpula Conservadora das Américas está chamando a atenção da grande mídia. O deputado Jair Bolsonaro disse que viajará a Foz para participar do evento. Embora algumas pessoas esbocem preocupação com a reunião, ela é boa para a cidade, pois demonstra que Foz pode ser palco para as discussões sobre a diversidade política. Por outro lado, ajudará a movimentar o Centro de Convenções, se é que dará tempo para erradicarem os insetos e as teias de aranha espalhadas por lá. O ideal seria vacinar os participantes antes.

 

Site do evento
O deputado Francischini que perdoe este Corvo, mas para um evento que ganha tanto vulto, e que será realizado ainda neste mês, dia 28, o fato de ainda não haver um site para inscrições preocupa. Se a ideia é prosperar em uma “Nova Ordem”, é melhor que ela seja organizada. Falar nisso, os organizadores precisam cuidar ao usar o termo “Nova Ordem”, pois ele foi registrado para a saga Star Wars.

 

Lula solto?
O Corvo e muitos brasileiros foram dormir ou sem entender o que estava acontecendo, ou no aguardo de mais um pedido de soltura do ex-presidente, seguido de outra ordem para mantê-lo preso. Enquanto isso a boataria comeu solta nas redes sociais.

 

Comendo bola
Muitos veículos de grande interesse popular embarcaram no rol de decisões, o que deu um nó mais apertado na cabeça da população. Independentemente do que houve no transcorrer da tarde de domingo, haverá sim uma baita encrenca nos anais do Judiciário.

 

Pós-Copa
A participação do Brasil na Copa da Rússia foi no mínimo diferente, e uma prova das mudanças nos brasileiros foi a salva de aplausos para o elenco derrotado; é algo praticamente inédito.

 

Para quem torcer?
Os “diabos vermelhos” fizeram por merecer. Muita gente está trocando a camisa canarinho por peças vermelhas. Mas pelo o que este Corvo apurou, a torcida está dividida. Uma parte torce para as já campeãs França e Inglaterra, e outra pelas que não possuem títulos, como é o caso de Croácia e Bélgica.

 

O Corvo está indeciso
É difícil escolher entre quem derrotou o Brasil, a persistência croata, a garra inglesa e o bom futebol francês. Aliás, apesar do desejo de ver o título sair do grupinho dos campeões, este Corvo gosta muito da harmonia e do bom futebol apresentado pelos franceses. Temos até um “Pelé” do momento, o craque da camisa 10, Mbappé. O rapaz (19 anos) é sorridente e enverga uma senhora pinta de campeão. Vamos ver como vão passar pela Bélgica; dependendo, será um abraço no gaiteiro.

 

Novos rumos
O futebol está com uma cara nova, com essa “mistureba” de atletas de todas as nacionalidades jogando pelo mundo. O evento Copa do Mundo tornou-se mais um espetáculo de elencos do que disputa esportiva.

 

O Brasil segue nos gramados
Pelo menos um brasileiro deve ficar na Rússia até o próximo domingo. Trata-se de Sandro Meira Ricci, que apitou tão bem a partida entre Rússia e Croácia que pode ser escalado para a final.

 

A Rússia
Comentário geral: “Putin é um cara honesto, não comprou a Copa do Mundo”. Pela trajetória russa nos gramados, era a impressão que se tinha, de um evento arranjado. E outra coisa: as imagens que os russos passaram não é a mesma que muita gente imaginava: as pessoas estão aparentemente felizes, recebem bem e em nada esboçam a carranca da propaganda norte-americana.

Share

GDIA