28 de junho de 2018
28 de junho de 2018

Segunda emoção
Claro que o jogo da nossa seleção é o campeão da emoção, mas a partida da Argentina também mexeu com nossos corações, afinal ela está entre as nossas preferidas para o título, ou pelo menos para a final. Sufoco, não, sufocaço.

 

Ansiedade e raiva
Bem que eu queria terminar esta coluna comentando uma possível vitória da nossa seleção, mas daí eu passaria do horário de entregar esta coluna. Os comentários então ficam para o sábado.

 

Crime na fronteira
Nossa Escola Superior de Guerra está alerta para a incidência do tráfico de drogas e o contrabando de armas e munições em nossa fronteira made in Paraguai. Descobriram isso um pouco tarde, mas qualquer iniciativa neste sentido vem em boa hora.

 

Atenção, Correios!
Um problema que não é só meu, pelas reclamações que explodem por aí: a deficiência na entrega de correspondência e principalmente dos boletos de cobrança, pelos Correios, ou quem sabe pelos próprios despachantes. É comum a gente receber boleto de cobrança com a data já vencida, o que pode resultar em multa.

 

Código Penal
Uma iniciativa adequada e que seria elogiada por toda a sociedade brasileira é a modernização e endurecimento do nosso Código Penal. O que a gente vê todo dia de bandidos de todas as idades e crimes sendo soltos “temporariamente” é brincadeira. Menores de idade, inclusive.

 

Mais hotéis
As ótimas notícias sobre o crescimento do nosso turismo motivam novos investimentos no setor, e agora a boa notícia vem do tradicional Hotel Viale, que anuncia mais dois estabelecimentos em nossa cidade. Viva o turismo e viva a geração de novos empregos. Sem falar nos novos impostos gerados.

 

Segundo tempo
Terminada a Copa do Mundo, cujo primeiro tempo tomou conta da nossa população, vem aí o período eleitoral, com eleição inclusive para a Presidência da República, cuja audiência e aflição serão maiores ainda que os jogos da Copa. Duro vai ser a gente nem ter pra quem torcer, ou torcer para que todos os “times” e seus atletas percam.

 

Fartura de candidatos
Com muito otimismo e até um excesso de otimismo, Foz do Iguaçu poderá eleger neste ano um ou dois deputados estaduais e federais. No entanto, esta possibilidade praticamente desaparece com o número de candidatos anunciados ontem pela nossa Gazetinha: “25 pré-
-candidatos” a estes dois cargos. É muito candidato, e a gente vai ter de esperar algum milagre para eleger um ou dois deputados estaduais e federais. Ave Maria, cheia de graça…

Share

GDIA