11 de junho de 2018
11 de junho de 2018

Romaria na Fartal
Diversos pré-candidatos a deputado deram um giro pela Fartal. Vermelho ficou mais faceiro que ganso novo com o acolhimento nos estandes. No primeiro dia da feira, Cida Borghetti fez uma visita junto com o prefeito Chico Brasileiro e a primeira-
-dama, Rosa Jeronymo.

 

Mac x Tupan
O articulista do jornal curitibano Bem Paraná Fernando Tupan foi acionado na Justiça pelo ex-
-prefeito Paulo Mac Donald. Durante a campanha eleitoral, Tupan escreveu em seu blogue que Paulo teria emitido cheque sem fundos em Mato Grosso. Era mentira. Se há uma coisa que Mac nunca fez na vida, foi soltar uma “chiquita”. A publicação ocorreu durante a última eleição. Assopraram no ouvido do Tupan para ele plantar uma notinha, e ele embarcou na canoa furada. A mandioca é grande. Escreveu não leu, o pau comeu.

 

Gleisi e Bernardo na mira
A ação penal contra Gleisi Hoffmann e seu marido, Paulo Bernardo, foi liberada para julgamento pelo ministro Celso de Mello. O “Casal 20” é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. A denúncia foi recebida por unanimidade no STF em setembro de 2016. A “bela” e a “fera” teriam recebido R$ 1 milhão de um empresário ligado ao esquemão do PT na Petrobras. Agora a gente compreende por que ela tinha tanto dinheiro para torrar na campanha.

 

Na surdina
Em cerimônia muito discreta, o vice-prefeito Zado, de Santa Helena, tomou posse. Ele assumiu o cargo do prefeito Airton Copatti, que foi cassado pela Câmara de Vereadores, acusado de nepotismo e favorecimento a servidores. Ele nomeou até o irmão de sua esposa na Secretaria de Esportes. O cara é guitarrista de uma banda.

 

Apreensão no lago
A Polícia Ambiental apreendeu 500 metros de rede e 800 metros de espinhel nas proximidades do lago de Itaipu em Santa Helena. Também foram encontrados restos de animais e um casco de tatu. Diversos postos clandestinos na reserva da binacional foram destruídos. Os criminosos conseguiram fugir.

 

Água gelada
O comandante da Marinha, almirante de esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, fará um pronunciamento nesta segunda, 11, criticando a situação do país, dizendo que o Brasil vive momentos incertos e nebulosos. A fala do almirante será durante o aniversário da Batalha do Riachuelo. No sábado, o almirante comentou que a Marinha terá atuação pautada nos preceitos constitucionais, “fiel aos pilares da hierarquia e disciplina”. O comandante furou o balão dos coxinhas que insistem na volta dos militares.

Share

GDIA