18 de maio de 2018
18 de maio de 2018

Vespeiro
Zé Dirceu recebeu uma pena de 20 anos, foi mexer na caixa de marimbondo e, vejam o resultado, o Tribunal Regional resolveu aumentar o prejuízo em mais dez anos. E ontem, como os embargos dos embargos dos embargos dos embargos… foram negados, a qualquer momento um juiz pode ordenar a prisão do ex-todo-poderoso do PT. Mas dificilmente ele vá cumprir a pena perto do ex-amigo Lula. Prisão na PF parece que é só para presidentes. Dirceu vai para algum presídio.

 

E o Lula?
Ele segue na vidinha enfadonha do cafofo prisional. Um juiz atendeu a uma ação popular e cassou seus direitos de manter quatro seguranças, dois assessores e dois veículos para transportá-lo entre o Guarujá e o sítio em Atibaia — que, aliás, volta ao centro das pendengas. Como Lula está preso, qual a necessidade das regalias de ex-presidente? Uma pessoa dá conta de ir buscar a marmita.

 

Casamento real
Que parada dura essa, hein? O Brasil, que não é monarquia nem, pelo visto, nada, porque essa República não pega no tranco, vai parar para assistir ao casamento de um príncipe com uma plebeia artista, feminista e afrodescendente. Que mudanças a coroa britânica suportou nos últimos anos! A cerimônia será transmitida ao vivo no sábado de madrugada, a partir das sete horas. Estima-se que mais de um bilhão de pessoas liguem o aparelho de TV para sintonizar o casório. Os súditos estão delirando!

 

Deuses da bola
De novo, a Globo está cobrindo de ouro os jogadores da seleção brasileira. Não dá para esquecer quando todo mundo chorou ao conhecer a vida dura do Hulk e depois, em forma de agradecimento na audiência, ele pisou na redonda, na Copa do Mundo. Uma pesquisa diz que a descrença no futebol é parelha com a na política. Vai ver é por isso a busca pela audiência.

 

Lojas francas
É bom o trabalho da vereadora Inês Weizemann em sua peregrinação para tratar da instalação de free shops em Foz. Antes da audiência pública, ela está ouvindo todos os órgãos que de alguma forma podem influir no desenvolvimento do novo produto, de grande impacto comercial e turístico.

 

Empresários e política
Um empresário ligou para o Corvo para saber qual a razão de um partido político participar de uma reunião tratando de free shops. Ele se referiu ao PSD, partido da vereadora Inês, representado pelo presidente local, Wanderley Teixeira. É o partido do prefeito, inclusive. Acontece que partidos políticos sustentam importantes bancadas em Brasília e algumas demandas são diretas, como é o caso da luta pela manutenção da cota de compras no Paraguai. Se todos os partidos que possuem representantes eleitos se unirem em favor das causas iguaçuenses, elas se resolverão com mais facilidade.

 

Visita do ministro
Este Corvo recebeu pelo menos uns dez convites para a visita do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, hoje, em Foz. Tomara que ele sacramente todas as promessas que foram ditas em seu nome e de seu antecessor, que acabou saindo do ministério antes da visita que estava marcada. O Corvo acredita que algumas obras serão realizadas, mas está na cara que algumas apenas reforçam campanhas de candidatos regionais. De qualquer forma, a torcida é grande para que a coisa ande para valer, como é o caso da duplicação da BR-469 e da consequente perimetral, que desvia o trânsito pesado do centro da cidade.

 

Ramadã
Começou o período de jejum dos muçulmanos, e em Foz o Ramadã é mais evidente devido à influência das colônias de nações árabes. O jejum mal começou e já havia pessoas interessadas em saber como seria a festa do encerramento do período. Que coisa! E este Corvo avisa que entregará os patrícios que furarem o jejum por meio das comidinhas de boteco, coisa comum entre os frequentadores.

 

Diferença
Os muçulmanos guardam o Ramadã em maioria expressiva. Num comparativo, seria algo como a Quaresma católica, cujos cristãos só celebram para valer na Sexta-Feira Santa, data em que não consomem carne. Os preceitos são muito parecidos, mas uns levam mais a sério que outros. Além de obedecerem ao Alcorão, os muçulmanos dão uma geral na saúde, uma espécie de desintoxicação durante os 30 dias. O Ramadã, além de espiritual, é muito saudável.

 

Nanci
Este Corvo conversou com vários advogados sobre o caso que envolve a vereadora Nanci Rafagnin Andreola. 99,9% não conseguem ver uma falta, deslize, quebra de decoro, pelo fato de a vereadora ir um dia depois ao Rock in Rio.

 

Resultado
Contaram para o Corvo que o Conselho de Ética da Câmara deve manifestar-se até mesmo antes do prazo, sem ferir o regimento, inclusive. Quando mais o processo delonga, mais prejudica a vereadora em sua empreitada rumo à Assembleia Legislativa. Há outros candidatos concorrentes na Câmara.

 

Nova delegacia?
A sede da Delegacia Regional do Trabalho não pode ser chamada de nova, afinal de contas está instalada num dos prédios mais velhos da cidade. O que houve foi uma reforma no edifício que antes pertenceu à Polícia Federal. Na verdade, sede nova seria se fosse construída do zero, em outro local. O Corvo é chato em questões assim. O leitor sabe.

 

Roubo
Como uma quadrilha fica sabendo que uma van está carregada de remédios? Alguém informou. Pessoas que fazem isso devem pagar pelo crime tão quanto os ladrões. O mesmo pode-se dizer sobre as “dicas” sobre os pneus estocados no DRM. Só tomariam o local de assalto se soubessem que lá havia mercadorias valiosas. Isso quer dizer que há inimigos do alheio possivelmente integrando cargos públicos.

 

Tulio
Corvo, não vejo com surpresa o fato de alguém que concorreu a cargos importantes em Foz ser preso. Os iguaçuenses estão descolados, basta se fazer uma análise dos atos de corrupção que paralisaram a cidade nos últimos anos. Estranho seria se não prendessem ninguém.
Vanessa Antunes

O Corvo responde: se por um lado houve a constatação de tantos casos envolvendo agentes públicos com a corrupção, também há a ação da Justiça. Algumas pessoas estão descrentes quanto às punições. Este Corvo não. Haverá punições e espera-se que sejam exemplares.

 

Receptação
Corvo, também fui vítima desses moleques que invadem as residências e levam bens que foram adquiridos com muito suor. O que dói é saber que praticam os crimes com o intuito de comprar drogas. Impressionante como o resultado dos furtos evapora. Quando meterão as mãos nos receptadores, hein seu Corvo?
Mário Almeida Rude

O Corvo responde: boa a sua pergunta, caro leitor. O que é roubado evapora em forma de fumaça de crack. Mas este Corvo sabe que a polícia abriu várias frentes de investigação sobre a receptação. Isso sim vai render pano pra manga, pois, segundo estão apurando, há vários locais servindo de fachada para conserto de eletrodomésticos, mas que na verdade são pontos de compra e venda de produtos furtados.

 

Buracos
Prezado senhor Corvo, será que tens dirigido seu automóvel pelas estradas rurais de Foz? Que barbaridade! A Estrada Velha de Guarapuava então parece um cafundó em matéria de crateras no pavimento poliédrico. Fui dar uma volta por lá esses dias e tive um pneu rasgado. Pelo menos os transportadores de contrabando não enfiam o pé no acelerador, porque é impossível correr naquelas vias. É lamentável isso, Corvo.
Antonio Fernando Macedo

O Corvo responde: de fato, prezado leitor, o estado das vias rurais é muito ruim. Mas seguimos na esperança de o Chico Brasileiro cumprir a sua promessa e os vários anúncios que fez sobre pavimentação. Uma pena a falta do asfalto, pois os iguaçuenses poderiam passear mais pelas belas paisagens que adornam a cidade.

Share

GDIA