25 de abril de 2018
Emendas alteram regras para a lei do loteamentos e condomínios fechados
26 de abril de 2018

Gastos da Câmara
O orçamento e o custo que o município tem para com os vereadores poderão ser tema de matéria nos próximos dias. Ontem pela manhã, o diretor da Rádio Cultura, Nelson Rodrigues, informou que em Toledo cada vereador tem apenas um assessor e recebe somente R$ 4 mil. Um frio deve estar passando pela espinha do presidente Rogério Quadros.

 

Propaganda antecipada
Na mesma rádio, o comentarista Joel de Lima afirmou que Álvaro Dias faz campanha antecipada com os outdoors espalhados pelo estado. “Aqui em Foz tem vários, dizendo que foram feitos pelos amigos. Acontece que estive em Curitiba e também vi painéis espalhados pela cidade, também feito por amigos. Gozado é que a arte é a mesma”, comentou Joel.

 

Lula livre
Está armando-se um movimento para soltar Lula antes do previsto. Não irão fazer isso pela barba do ex-presidente, nem pelos seus quatro dedos na mão esquerda. O problema é que se não soltarem Lula serão obrigados a enjaular Aécio Neves, Michel Temer e toda a camarilha ao redor do palácio.

 

Colorados x liberais
Deu o maior sururu ontem na frente da Justiça Eleitoral em Assunção. Tudo porque a eleição foi vencida pelos colorados por uma diferença de apenas 3%. O candidato liberal, Efraín Alegre, entrou na Justiça alegando fraude eleitoral. Os colorados de Marito dizem que é chororô dos perdedores.

 

Desligaram o caldeirão
Parece que a governadora Cida Borghetti e o pré-candidato Ratinho Junior fumaram o cachimbo da paz. Ontem ele liberou seus 19 deputados para votar a favor do que estiver certo e contra o que estiver errado. Em compensação, Cida pararia de pressionar prefeitos que apoiam Ratinho. Parece que alguém botou panos quentes e fez os dois compreenderem que o adversário no segundo turno será Osmar Dias.

 

Colcha de retalhos
O prefeito Chico Brasileiro vetou integralmente o Projeto 006/2018, aprovado pela Câmara, que tratava do patrocínio a eventos de interesse da cidade. O projeto fora enviado pelo próprio prefeito, mas ao chegar à Câmara sofreu tantas emendas e cortes que ficou parecendo o Frankstein. Daí o Chico vetou para não sancionar um projeto inconstitucional. Parece que o entendimento com a Câmara não anda lá aquelas coisas.

 

Velho e bom ditado
É como disse aquele velho sábio libanês:
“Amu ebeb arob” — que, ao ler de trás para frente, quer dizer: “Bora bebe uma”.

Share

GDIA