Vereadores paraguaios querem punir lojas e comércios com placas em português

Prefeitura propõe regulamentação para travessia aérea de vias públicas
18 de fevereiro de 2018
Foz do Iguaçu perde nos pênaltis e fica fora da final do turno
18 de fevereiro de 2018

Vereadores paraguaios querem punir lojas e comércios com placas em português

Liderados pelo vereador Herminio Corvalán, os vereadores de Ciudad del Este ratificaram a necessidade urgente da Administração Municipal cumprir a lei (ordenanza) 10 de 2011 que proíbe placas em idiomas estrangeiros nos comércios das cidade.  Segundo a lei, toda espécie de anúncio publicitário deve estar escrito em castelhano e guarani, idiomas oficiais do Paraguai. Quando a lei foi publicada em 2011, a prefeita Sandra Zacarías promoveu a retirada de centenas de placas em português. Ela declarou que para admitir placas em outros idiomas, a mensagem teria que ser escrita em espanhol, guarani e então no idioma, no caso o português.   A minuta apresentada pelo vereador Corvalán exige providências para a retirada de placas em português nas casas comerciais do microcentro e que a prefeitura passe a multar e punir a quem não obedecer. Na reportagem especial do jornal Diario Vanguardia, foi citado exemplos de placas que nem sempre são dirigidas a clientes brasileiros que vêm à cidade comprar. É o caso de placas colocadas na frente de prédios com espaços disponíveis para aluguel onde a mensagem está em português. (Da Redação /Diario Vanguardia)

Share

GDIA