TSE discute fake news, big data e robôs, tecnologias que devem impactar eleições

Itaipu deve encerrar 2017 com a 4ª  posição no ranking histórico anual de produção
7 de dezembro de 2017
Procuradora sugere que corruptos paguem indenização equivalente a danos causados
7 de dezembro de 2017

TSE discute fake news, big data e robôs, tecnologias que devem impactar eleições

s campanhas à Presidência da República nos Estados Unidos e na França, bem como o plebiscito sobre a saída do Reino Unido da União Europeia trouxeram à tona uma problemática ainda pouco tematizada: o impacto das novas tecnologias nas discussões públicas e, consequentemente, nas disputas eleitorais. Preparando-se para lidar com esse cenário nas eleições de 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) convocou diversas instituições públicas e organizações da sociedade civil para o Fórum Internet e Eleições, realizado nesta quinta-feira (7), em Brasília. A principal preocupação expressa pelos participantes é o grande compartilhamento de notícias falsas, as chamadas fake news. O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, argumentou que a criação de notícias falsas para prejudicar candidatos é recorrente na história, tendo sido verificada, por exemplo, em regimes nazistas, mas destacou que “com a internet e as redes sociais, a disseminação dessa informação passou a ser mais rápida e mais fácil, mais barata e em escala exponencial”. (Helena Martins – Repórter da Agência Brasil//Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)