Inadimplência do consumidor  abre o ano com alta de 2,10%

Canja do Galo Inácio espera superar a venda de cinco mil porções no Carnaval da Saudade
9 de fevereiro de 2018
Meta do Programa Minha Casa, Minha Vida é contratar 650 mil novos imóveis
9 de fevereiro de 2018

Inadimplência do consumidor  abre o ano com alta de 2,10%

A inadimplência do consumidor aumentou 2,10% em janeiro de 2018 ante o mesmo mês do ano passado. Esse foi o maior crescimento desde junho de 2016, quando a elevação foi de 2,78%. Na comparação mensal com dezembro de 2017 o aumento foi de 0,96%, o maior desde maio de 2017. Segundo os dados do Indicador de Inadimplência do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), divulgados ontem (9), são mais de 60,7 milhões de consumidores brasileiros inscritos em cadastros de inadimplentes, número que representa aproximadamente 40% da população adulta do país. O presidente da CNDL, José Cesar da Costa, disse que para os primeiros meses a expectativa é a de um processo lento de recuo no volume de atrasos nos pagamentos, caso as projeções de inflação controlada, juros baixos e melhora dos indicadores se confirmem. “Ainda assim, o que mais favorecerá um ciclo de queda da inadimplência será uma recuperação mais acentuada do mercado de trabalho e a volta de ganhos na renda real do consumidor, que ainda não se recuperou das quedas dos últimos anos”, disse. (Flávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil / Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Share

GDIA