Estado não envia recurso e reforma da UBS da Vila Yolanda segue no papel

Foz do Iguaçu receberá o quinto maior volume de ICMS no Paraná
22 de janeiro de 2018
Já estão abertas as inscrições para o curso de Música da UNILA
22 de janeiro de 2018

Estado não envia recurso e reforma da UBS da Vila Yolanda segue no papel

A ampla reforma de toda estrutura física que comporta a Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Yolanda, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) e a sede do Conselho Municipal de Saúde (COMUS) de Foz do Iguaçu (COMUS) segue no papel. Anunciada pela Prefeitura ao final do ano passado, o início das obras de revitalização do prédio era esperado para final de janeiro. De acordo com o vice-prefeito Nilton Bobato (PCdB), a falta do repasse previsto para ser enviado ao Município pela Casa Civil do Estado é a razão da demora. “Aguardamos a confirmação do repasse para darmos início ao processo de licitação que irá executar o serviço. Até o momento o dinheiro não chegou. Iremos esperar por mais 15 dias. Caso não chegue, tocaremos o empreendimento com recursos próprios. A população não pode mais ser atendida com a infraestrutura deteriorada em que se encontra o equipamento atualmente”, avaliou Bobato em entrevista ao jornal Gazeta Diário. (Bruno Soares – reportagem / Foto: Divulgação)

Share

GDIA