Claudia Pereira nega compra de votos com vales combustíveis

Joesley Batista e Ricardo Saud vão ficar presos na PF em Brasília
11 de setembro de 2017
PRF flagra um motorista bêbado por hora durante o feriado no Paraná
11 de setembro de 2017

Claudia Pereira nega compra de votos com vales combustíveis

Os encontros realizados semanalmente entre denunciados no âmbito da “Operação Pecúlio” tinham por finalidade promover “confraternizações pós horário de trabalho”. A afirmação é da deputada estadual Claudia Pereira (PSC), fotografada ao lado de seu marido, o ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSC), em um desses eventos documentados pela Polícia Federal (PF) em razão das investigações que revelaram o maior escândalo de corrupção na Administração Pública do Município. Claudia foi ouvida na tarde de ontem (11) por videoconferência perante a 3ª Vara Federal de Foz do Iguaçu na qualidade de testemunha arrolada pela defesa de seu marido. Logo de início o advogado que assiste Reni fez a leitura de um relatório da PF que sustenta acusações sobre qual seria objetivo real dos encontros. (Bruno Soares – reportagem/Foto: Divulgação)