Vandalismo em ponto biométrico na UPA João Samek termina em ocorrência na Polícia Civil

Cerimônia de entrega de prêmio nacional de turismo acontece no dia 30 em Foz do Iguaçu 
22 de outubro de 2017
Começou a disputa das quartas de final do campeonato da LIF
22 de outubro de 2017

Vandalismo em ponto biométrico na UPA João Samek termina em ocorrência na Polícia Civil

O ponto eletrônico biométrico instalado para registrar o horário de entrada e saída dos servidores lotados na Unidade de Pronto Atendimento João Samek foi vandalizado na manhã de ontem (22). De acordo com a fotografia encaminhada à reportagem pela secretária municipal de Saúde, Inês Weizemann (PSD), o equipamento foi pichado com tinta rosa sobre o visor que capta a digital dos trabalhadores. Por determinação da titular da pasta, a ocorrência foi registrada junto à Polícia Civil (PC) em um termo circunstanciado para que o autor seja responsabilizado criminalmente. Além disso, a partir desta semana será instaurada uma sindicância interna na Prefeitura que irá apurar internamente o caso. “Isto é um absurdo. Vamos descobrir quem praticou. O responsável terá de pagar. Este equipamento não é barato”, esbravejou Inês por telefone ao comunicar o episódio. Ao todo 37 pontos biométricos estão instalados em todas as unidades básicas e de Pronto Atendimento do município. O valor de cada aparelho é estimado em cerca de R$ 5 mil. (Bruno Soares – reportagem/Foto: Divulgação)

Share

GDIA