Abrir uma conta conjunta deve ser uma decisão objetiva

Jovem: Não perca tempo e faça seu cadastro no Trilha Jovem Iguassu 2018!
1 de fevereiro de 2018
Torneio regional de Vôlei de Praia
1 de fevereiro de 2018

Abrir uma conta conjunta deve ser uma decisão objetiva

Ter ou não ter uma conta com o seu companheiro não implica em melhorar ou piorar a relação entre vocês. Um casal pode ter uma excelente relação, sem que isso envolva ter que dar satisfação com relação às finanças. Nos dias de hoje, onde tanto o homem como a mulher possuem um papel economicamente ativo, é possível construir um bom relacionamento sem ser necessário o controle mútuo sobre o dinheiro. Um bom acordo pode valer bem mais. Porém, a decisão deve ser tomada pelo casal de forma objetiva, afinal, uma conta conjunta tem uma série de prós e contras. (Da Redação com Blog da Precon / Fotografia: Divulgação)

Share

GDIA