Com reforma, governo quer evitar déficit crescente da Previdência, diz Caetano

Meirelles se reúne com Temer para conversar sobre preço do gás de cozinha
9 de fevereiro de 2018
Faturas do IPTU já estão  disponíveis pela internet
9 de fevereiro de 2018

Com reforma, governo quer evitar déficit crescente da Previdência, diz Caetano

O secretário de Previdência Social do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, disse ontem (9) que, caso a reforma da Previdência não seja aprovada, “teremos de aumentar tributos ou teremos de comprimir gastos”, em referência às medidas que poderiam ser tomadas pelo governo. Caetano deu a declaração ao deixar a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), onde participou do programa Por Dentro do Governo, da TV NBR e disse que, se não for possível reduzir o déficit, o governo precisa no mínimo fazer com que ele pare de crescer.  “Queremos evitar o aumento de tributos porque os brasileiros já pagam quatro meses por ano em tributos. Mas se não fizermos a reforma, o tributo, que já é alto, poderá ser elevado”, disse Caetano durante a participação no programa. “Prevenir é melhor do que remediar. Temos de prevenir. É como quando acontece uma infiltração na casa. O melhor a fazer é reconhecer e enfrentar o problema para resolvê-lo. Caso contrário, com a infiltração, a casa acaba caindo”, acrescentou. (Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil/Foto:Marcelo Camargo/Agência Brasil)

 

 

Share

GDIA