Doenças vasculares podem aumentar até 30% no verão

As cartas para o Corvo
15 de fevereiro de 2018
Livro da Turma da Mônica tem colaboração de estudantes e professores da UNILA
15 de fevereiro de 2018

Doenças vasculares podem aumentar até 30% no verão

Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, seção Rio de Janeiro (SBACV-RJ), indicam que as altas temperaturas, comuns da época do verão, aumentam entre 20% e 30% o risco de doenças vasculares, ou venosas, nos membros inferiores. De acordo com os números, normalmente, elas são associadas a varizes. “O motivo de as altas temperaturas piorarem as doenças vasculares no verão é porque o calor provoca vasodilatação, ou seja, a dilatação dos vasos sanguíneos, com uma sobrecarga nas veias dos membros inferiores,” afirmou o presidente da SBACV-RJ, Breno Caiafa. Segundo ele, pessoas com doença vascular prévia tendem a piorar no verão, enquanto as demais podem sentir edemas, dores nas pernas, cansaço, peso, caimbra, ressecamento da pele e coceira, “tudo provocado pelo calor”. (Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil / Fotografia: Divulgação)

Share

GDIA